(24) 3337-2573 • 3347-1007
(24) 3337-2573
 3347-1007
(24) 99912-2838
(24) 3337-2573 • 3347-1007 (24) 99912-2838

Conscientização dos moradores e funcionários

Comunicação é fundamental

dicas

A comunicação é ferramenta primordial para o sucesso da coleta seletiva do lixo em um condomínio.

Por isso, é importante que se aposte em diversos canais de diálogo com os diferentes públicos do condomínio – como  funcionários, moradores ou seus empregados. Seja conversando pessoalmente, por banners ou cartazes, é importante mantê-los motivados e envolvidos no processo.  

  • Para sensibilizar moradores aconselha-se que seja formada uma comissão de reciclagem com pessoas que já tem o mínimo conhecimento do assunto. O ideal é que essas pessoas subam de andar em andar, se possível no período noturno para treinar os moradores visto que a maioria não está no horário comercial de dia de semana e no Sábado provavelmente vão usar as suas horas para o lazer.  Deve haver cartazes e banners convidando as pessoas.
  • As crianças também devem ser envolvidas no processo. Como muitas escolas trabalham a questão da reciclagem, os menores podem expor seu conhecimento sobre o tema – dessa forma, não deixam de ajudar em casa na hora de separar o lixo
  • Uma boa maneira de conscientizar as empregadas domésticas é pedir que desçam por 15 minutos no dia seguinte ao evento da coleta seletiva. Um funcionário do prédio que tenha ouvido a palestra pode repassar os tópicos mais importantes  e também explicará como o material deve ser apresentado: limpo e separado
  • Alguns funcionários do condomínio, principalmente os da limpeza, podem ser refratários ao projeto por eles próprios venderem alguns materiais a sucateiros. Uma saída é repassar para eles uma parte do que se arrecada com os recicláveis.
  • Outra maneira é argumentar que a ONG que vem para pegar o lixo, retira todos os materiais e não apenas o papelão ou o metal.
  • Cartazes de incentivo à coleta seletiva devem ser mantidos por pelo menos três meses. Também é importante manter os moradores a par da melhora do processo. Dizer o quanto de lixo reciclável  se está arrecadando por mês ajuda a manter o interesse da separação do lixo.
  • Por diversos motivos como crescimento da demanda de geração de recicláveis pela população e baixa oferta da estrutura (cooperativas, indústrias e empresas de reciclagem) para atender todo esse material ; falta de incentivos financeiros e fiscais à toda cadeia da reciclagem ( indústria, empresas e cooperativas) por parte do governo, é muito improvável que o condomínio consiga ganhar dinheiro com a venda dos recicláveis.

     

     

     

    Fonte: /www.sindiconet.com.br